terça-feira, 28 de março de 2017

Linhas Passam Por otimização Operacional em Maceió.

SMTT Melhora o Atendimento dos ônibus.


A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Maceió estipulou uma nova programação para as linhas 048 (Benedito Bentes/Centro via Jacintinho ou Josefa de Melo) e 104 (Benedito Bentes/Trapiche via Jacintinho). A otimização na operacionalização dessas linhas vale para os domingos, já a partir do dia 26, neste fim de semana.

Com a nova grade de horários, a estimativa é de que as viagens de ambas as linhas ocorram de forma a melhorar o atendimento aos usuários que vão do Benedito Bentes até o Centro, passando pelo Jacintinho. “O trajeto da linha 104 é igual ao da 048 via Jacintinho, até que cheguem ao Centro. A saída simultânea delas deixava a população que ia ao Jacintinho desassistida no intervalo entre as viagens”, conta o assessor técnico da SMTT, Silvio Sarmento.

Já na segunda-feira (27), a linha 048 passará a contar ainda com um reforço nas viagens vespertinas em dias úteis como resposta ao aumento de passageiros que utilizam a linha nesse período, após análises técnicas da SMTT.

Também nesta segunda a Linha 105 - JARDIM PETRÓPOLIS / TRAPICHE , terá ajustes de horários, para os dias úteis, as duas primeiras viagens irão sair do terminal do Jardim Petrópolis, já as demais viagens terão saida do Terminal do Trapiche.


Atendimento aos moradores do Parque dos Caetés
Para melhorar o atendimento aos usuários do transporte coletivo urbano que moram no Parque dos Caetés (Benedito Bentes), uma linha alimentadora passará, a partir da próxima segunda-feira (27), a realizar três viagens partindo do conjunto habitacional nos dias úteis.
A medida foi viabilizada pela análise do corpo técnico da SMTT após reuniões com a população. “Recebemos representantes dos moradores em uma reunião esta semana que apontaram qual o horário em que esse atendimento era necessário”, destaca Sarmento.
As viagens ocorrerão às 05h45, 06h15 e 06h45, e os ônibus da linha alimentadora levarão os passageiros do Parque dos Caetés até o terminal integrado do Benedito Bentes, onde podem pegar qualquer linha e ir para vários pontos da cidade.
Fonte : Ascom SMTT
Fotos : Sérgio José - onibusalagoas

sexta-feira, 24 de março de 2017

Justiça Aprova Compra da Busscar.

Justiça Aprova Compra da Busscar Por sócios da Caio.

ADAMO BAZANI


O juiz da 5ª Vara Cível de Joinville, Valter Santin Júnior, aprovou em sentença final desta terça-feira, 21 de março, a compra da Busscar, encarroçadora de ônibus que teve a primeira falência decretada em 2012, por sócios da Caio Induscar, encarroçadora de Botucatu, em São Paulo, quem tem o Grupo Ruas, de empresas de ônibus, como principal acionista.
Para o negócio serão depositados, R$ 9,4 milhões à vista e outros R$ 57,74 milhões serão pagos em 52 parcelas com correção monetária, num total de R$ 67, 1 milhões


Nesta quarta-feira dia, 22, sócios da empresa paulista devem ir à Joinville assinar os procedimentos finais de arrematação.
Formalmente, ainda existe a possibilidade de recursos contra a compra, mas não há, na prática, estimativa de contestações.


O grupo da Caio pretende contratar trabalhadores ainda neste ano, mas a quantidade de funcionários e quando isso começará, ainda vai depender dos planos para reestruturação das plantas que eram da Busscar.
O objetivo da Caio é entrar no segmento de ônibus rodoviários, hoje liderado pela Marcopolo.
A Caio  lidera o segmento de ônibus urbanos.

BREVE HISTÓRICO:


A Busscar foi fundada oficialmente como Nielson no dia 17 de setembro de 1946, com iniciativa de Augusto e Eugênio Nielson que começaram uma pequena oficina em Joinville, atuando na construção de móveis e utensílios e fazendo reparos em carrocerias de caminhões e cabines. Em 1948, a Nielson fez seu primeiro veículo de transporte coletivo, uma jardineira – ônibus simples feito de madeira. O veículo da Nielson foi uma encomenda da empresa Abílio & Bello Cia Ltda, que fazia a linha Joinville – Guaratuba, em Santa Catarina.
Foi na época do surgimento empreendimento dos Nielson, que o Brasil começava assistir mais intensamente o crescimento das cidades e também das relações comerciais entre as diferentes localidades. Tudo isso demandava uma maior oferta de transportes. Assim muitos empreendedores compravam chassis de caminhão, como da Ford e da GM, e precisavam transformá-los em ônibus para enfrentar as difíceis estadas de terra e verdadeiros atoleiros. Nesta época, a Nielson & Cia Ltda. tinha o comando do patriarca da família, Bruno, e do filho Harold.


Em 1958, um dos marcos para a Nielson foi o projeto de estrutura metálica para os ônibus.


No início dos anos de 1960, ganhavam as estradas os modelos Diplomata, carroceria de dois níveis que lembravam os Flxibles norte-americanos que, quando foram importados pela Expresso Brasileiro Viação Ltda eram chamados de Diplomata. A Nielson então conquistava definitivamente o mercado.
Nos anos de 1980, Nielson cresce mais e no segmento de rodoviário travava disputa acirrada com a Marcopolo e no segmento urbanos, a briga era com a Caio, praticamente de igual para igual.
A linha Diplomata tinha recebido novas versões e o Urbanuss ganhava atenção dos frotistas.
Por uma estratégia de negócios, a Nielson mudou a marca para Busscar. Inicialmete a marca foi conhecida como Busscar-Nielson. Surgiram os rodoviários El Buss e Jum Buss  e os urbanos da linha Urbanuss.
Em 2002, a Busscar começa enfrentar dificuldades financeiras. A família Nielson alegava problemas motivados pela variação cambial e também dificuldades de créditos, mas já havia também erros administrativos internos. O BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social chegou a realizar empréstimos para empresa, que não foram plenamente honrados. A recuperação não foi plena, havendo novamente outro problema financeiro em 2004. A última crise da Busscar começou em 2008, quando a empresa começou a atrasar salários.
Depois de uma dívida que se aproximou de R$ 2 bilhões, contando juros, impostos e débitos com fornecedores, trabalhadores e bancos, a empresa teve a falência decretada em 27 de setembro de 2012 pelo juiz Maurício Cavalazzi Povoas. A decisão, no entanto, foi anulada em 27 de novembro de 2013, após recursos judiciais. No entanto, os recursos caíram em 5 de dezembro de 2013. A família Nielson chegou a apresentar um novo pedido de recuperação judicial, mas o juiz Luis Felipe Canever, de Santa Catarina, após negativa por parte dos credores, decretou no dia 30 de setembro de 2014, nova falência da encarroçadora de ônibus Busscar, que já foi uma das maiores do Brasil.
Os negócios continuam na América Latina com a atuação em parceira de outros grupos, com destaque para as operações na Colômbia.
A Busscar Colômbia foi formalizada no ano de 2002 sendo fruto de uma aliança entre a indústria local Carrocerías de Occidente, empresa fundada em 1995, e a Busscar Ônibus do Brasil, fundada pela família Nielson em 17 de setembro de 1946.
Foram várias tentativas de leilão da Busscar, três somente em 2016. No dia 8 de julho, terminou sem lance o terceiro leilão da empresa.
No final de outubro de 2016, foi apresentada uma proposta  de compra por R$ 67,15 milhões por um grupo de investidores com o objetivo de retomar as produções em meados de 2017.
Em dezembro do mesmo ano, foi liberado um lote de R$ 18 milhões para saldar parte das dívidas trabalhistas.
Também em dezembro de 2016, dois grupos internacionais, o português a Imparável Epopeia UniPessoal Ltda e o chinês Liaoyuan Group demonstraram interesse na compra da Busscar.
Em 07 de janeiro de 2017 terminou o prazo para as empresas estrangeiras apresentarem a documentação exigida.
A proposta ficou somente pela Caio. No dia 08 de janeiro, advogado da Caio esteve em Joinville e confirmou valor proposto de R$ 67,5 milhões.
Em 21 de março de 2017, o juiz da 5ª Vara cível de Joinville, Valter Santin Júnior, aprovou em sentença definitiva a compra da Busscar por sócios da Caio, encarroçadora de ônibus de Botucatu/SP, que tem como principal sócio o Grupo Ruas, de empresas de ônibus de São Paulo.
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes
Fonte : www.diariodotransporte.com.br
Blog Ponto de Ônibus

Fotos :  Sérgio José - ônibus Alagoas


São Benedito Desativa Mais de 30 Veículos.

São Benedito Desativa Mais de 30 Veículos e  Melhora Idade Média .


A Empresa São Benedito retirou do serviço regular intermunicipal mais de 30 ônibus cuja permissão foi encerrada.


A maioria dos ônibus adquiridos entre 2008 e 2009 foram substituídos por veiculos semi novos recém adquiridos, que vieram do Rio de Janeiro e Pernambuco e deram uma melhor qualidade no serviço da empresa, reduzindo a idade média para aproximadamente 5 anos e aumentando a capacidade de transporte, visto que alguns veículos de 46 lugares foram substituídos por ônibus maiores, com capacidade para 50 pessoas sentadas.



Os veículos desativados estão sendo vendidos. Alguns deles, que já estão cadastrados no serviço de fretamento, poderão operar em épocas festivas, como Semana Santa e outros feriados que serão emendados nos finais de semana, caso eles não sejam vendidos antes.



Dentre a aquisição de 24 ônibus, a empresa adquiriu 3 belos Marcopolo Viaggio G7 900, que receberam os prefixos 217, 219 e 220. Os ônibus possuem chassi Mercedes-Benz OF-1721, tecnologia menos poluente e estão operando nas linhas praianas do litoral Leste, onde a empresa predomina desde sua fundação.




Fonte : MOB Ceará
Redação : Narcisio Santos
Edição de fotos : Vieira Santos
Fotos : Leandro Sousa / Nemézio Neto / Patrick Nauan / Ramon Barbosa do Nascimento


terça-feira, 21 de março de 2017

Manaus Recebe 30 ônibus Novos.


No Entanto, Parte da Frota Ainda Está Velha.

Por Adamo Bazani


A empresa de ônibus Via Verde, de Manaus, entregou na sexta-feira, 17 de março de 2017, 30 ônibus urbanos novos para os transportes municipais.
Cada veículo tem capacidade para 76 passageiros e portas à esquerda para embarque e desembarque em nível, que é mais acessível.
Os ônibus vão servir à Zona Oeste

A prefeitura informou que ainda serão instalados, pela empresa Via Verde, câmeras de segurança, validadores eletrônicos e GPS, para que os novos ônibus estejam aptos a circular o quanto antes.

No entanto, a situação dos transportes da capital do Amazonas ainda é bem complicada, para os passageiros, em primeiro lugar, e para trabalhadores, empresas e poder público.
Uma boa parte dos 1460 veículos em operação já ultrapassou 10 anos de circulação e todos os ônibus estão irregulares junto ao Detran, para quem as empresas devem R$ 12,5 milhões.
De acordo com o órgão, as companhias não pagam o DPVAT, licenciamento, taxas e multas. Havia isenção de IPVA entre julho de 2013 e janeiro deste ano. O governo do estado suspendeu a isenção porque as empresas de ônibus juntamente com a prefeitura de Manaus aumentaram o valor da tarifa em 26 de janeiro, de R$ 3 para R$ 3,30. No dia 25 de fevereiro, houve outro reajuste de R$ 3,30 para R$ 3,80 por causa do fim da isenção.
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas – Sinetram reconhece que os donos das viações estão devendo ao estado, mas disse que estão discutindo valores e reiterou a isenção do IPVA até 2016, alegando que os impactos do imposto não eram computados na planilha das tarifas.
Adamo Bazani , jornalista especializado em transportes
Fonte  : www.diariodotransporte.com
BlogPontodeonibus
Fotos : Rodrigo Aparecido


segunda-feira, 20 de março de 2017

O Novo ônibus da Três Corações chama a atenção.

Novo ônibus da Três Corações Chamando a Atenção ," A Diferença é Clara".


Um desses dias de Março de 2017, eis que veio sobre a Ponte do Potengi Presidente Costa e Silva (Ponte de Igapó) um ônibus de carroceria Mascarello sobre um chassi Volvo. Pena que vinha em sentido contrário a qual trafegava sobre a ponte.
Os poucos segundos que pude ver, percebei que a máquina merecia destaque, não é todo dia que podemos apreciar um Mascarello Volvo em solo Potiguar. Na hora não soube identificar qual a empresa pertencia o veículo pois estava totalmente Branco.

O veículo é novo, de fato sim. Bem conservado, o mesmo foi fotografado em Teresina / PI.
O ônibus é um Mascarello modelo Roma 310 montado no chassi Volvo modelo B270F. Equipado com Ar condicionado e destino eletrônico Branco.

Atualmente, foi plotado com as caracteres da empresa Três Corações a qual divulga produtos e marcas do grupo, dando ênfase a marca de café Santa Clara cujo layout representa 85% do veículo.

A traseira ressalta uma marca de refresco, o Frisco. Produto também do grupo Três Corações.
O ônibus deve substituir um ônibus mais antigo de modelo Comil Svelto sobre o chassi Mercedes-Benz OF-1620.

Vale ressaltar que o novo ônibus do grupo é bonito e está chamando a atenção das câmeras dos busólogos. Parabéns a empresa pela a aquisição.

Fonte  :  busaodenatal.com
Fotos : Janilson Araújo 
João Paulo Nascimento - Galeria no onibusbrasil.com
Rubson Caetano - Busologia Natalense
Wellington Fernandes - Galeria no onibusbrasil.com

sábado, 18 de março de 2017

Maceió : Linhas 041 e 059 Ganham Reforço na Frota.

Bairros do Feitosa e Bebedouro Ganham Reforço Neste Sábado.

Usuários de coletivos urbanos dos bairros Feitosa e Bebedouro estão contando com reforço no atendimento prestado pelos ônibus a partir deste sábado (18). As melhorias foram viabilizadas por meio de estudos da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e buscam suprir as necessidades da população das regiões que serão beneficiadas.
O reforço é válido para a programação das viagens aos sábados. A linha 041 (Feitosa/Centro/Terminal de Cruz das Almas) ganhará o acréscimo de um veículo e cinco viagens. “A oferta de aulas aos sábados e o crescimento do movimento do comércio impactaram a demanda dessa linha e fizeram-se necessários esses reforços”, disse o assessor técnico de Transporte da SMTT, Silvio Sarmento.

O atendimento ao bairro do Bebedouro, especificamente no Flexal de Baixo e Flexal de Cima, até às 12h dos sábados, passará a ser realizado pela linha 059 (Rio Novo/Centro) em substituição à linha 071 (Osman Loureiro/Centro). “A 059 realiza oito viagens, o dobro do número de viagens ofertadas pela 071 até o meia dia dos sábados”, destacou Sarmento.

Alertas sobre as mudanças já estão disponíveis para usuários do CittaMobi ao consultar os pontos de parada por onde as três linhas passam e avisos foram fixados nos  ônibus. “A eficácia dessas mudanças será observada nas próximas semanas e mais mudanças poderão ocorrer caso a necessidade de mais viagens seja observada pelos estudos da SMTT ou por solicitações da população”, explicou o assessor técnico.
Fonte : Ascom SMTT
Fotos : Sérgio José - onibusalagoas

Patos : Transbraz Reduz em 50% a Tarifa .

Para Enfrentar " Alternativos ", Transbraz Reduz em 50% o Preço nas Tarifas de ônibus em Patos.



Para enfrentar a concorrência do transporte “alternativo” e a crise econômica, a empresa responsável pelo transporte coletivo no município de Patos, a Transbraz, está lançando uma série de promoções nas tarifas de ônibus de até 50%. 

De acordo com o gerente administrativo da empresa, Célio Ferreira, a promoção começou nesta quinta ­feira (16) e valerá por tempo indeterminado. “Nós estamos fazendo esta promoção para tentar atingir uma melhor demanda na cidade de Patos, para que nós possamos trazer o cidadão para fazer o cadastro e começar a utilizar o transporte público coletivo,” explicou. 

Redução : O valor da tarifa estabelecida por licitação pela prefeitura para o transporte público coletivo no município de Patos é de R$ 2,70 e, agora com a promoção, passará a ser R$ 1,50 para quem pagar em dinheiro na catacra. 



Já para os usuários que tiverem o cartão Siga, cartão de bilhetagem eletrônica, a tarifa será equivalente ao valor pago por estudantes, idosos e deficientes, que é de R$1,35. Para adquirir o cartão Siga de bilhetagem eletrônica, o cidadão deverá se dirigir ao box da empresa, localizado no antigo terminal rodoviário de Patos.

Fonte : onibusdaparaiba.com
Informações : Jornal da Paraíba
Foto : Thalison Santos


Viação Águia Branca adquire Expresso Brasileiro.

As Informações dão Conta de que a Viação Águia Branca Adquiriu a Tradicional Empresa Paulista Expresso Brasileiro.


Nas últimas semanas, o setor rodoviário nacional se apresenta bastante movimentado, com muitas novidades para os amantes de ônibus.


As informações mais recentes dão conta de que a Viação Águia Branca, sediada em Cariacica - ES, adquiriu a tradicional empresa paulista Expresso Brasileiro, de Mogi Guaçu - SP.

De acordo com informações internas de funcionários das duas empresas, a Expresso Brasileiro, que possui mais de 70 anos de tradição no mercado, foi comprada pelo grupo Águia Branca. Brevemente, a compra será confirmada em caráter oficial.



A Expresso Brasileiro pertencia ao grupo Santa Cruz, que atualmente abrange as empresas Santa Cruz e Expresso Cristália. Com a mudança, o grupo Santa Cruz agora passa a possuir apenas de algumas linhas do eixo São Paulo - Minas.



Em decorrência da aquisição, especula-se que a Viação Águia Branca deixe algumas linhas do eixo Bahia e assuma as linhas do eixo Rio-São Paulo, que são operadas pela Expresso Brasileiro, tais como: Rio - São Paulo - via Baixada Fluminense;  Rio - São Paulo - via ABC Paulista e Rio - São Paulo - via Osasco, todas com apenas um horário.

Fonte : MOB Ceará
Colaboração : André Luiz 
Redação : Roger Gomes
Revisão : Arthur Mikael
Fotos : Cristiano Soares da Silva / Guilherme Estevan /



sexta-feira, 17 de março de 2017

Maceió : Linhas 049 e 036 Ganham Reforço na Frota.

Eustáquio Gomes e Dubeaux Leão Ganham Reforço na Frota.

Foto : Sérgio José - onibusalagoas
A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) reforçou as linhas dos ônibus que atendem aos bairros do Eustáquio Gomes e Dubeaux Leão, na parte alta de Maceió. Mais de cinco mil passageiros que usam o transporte coletivo serão beneficiados.

Foto : Sérgio José - onibusalagoas
As linhas com reforço são a 049 (Eustáquio Gomes/Centro), que ganhou um novo veículo e terá mais duas viagens durante o horário de pico da manhã e da tarde. A outra é a 036 (Dubeaux Leão/Centro), que também ganha mais um ônibus e vai realizar 12 viagens adicionais, sendo oito distribuídas durante o dia, e as outras nos horários de maior movimento durante a manhã e a tarde.
“Por meio de estudos, identificamos uma demanda cada vez maior nessas duas linhas. Também ouvimos a solicitação dos usuários, que agora vão ter mais conforto e esperar menos entre uma viagem e outra”, disse o assessor técnico de Transportes da SMTT, Silvio Sarmento.
As mudanças valem para as viagens em dias úteis. A SMTT segue estudando a necessidade de reforço também em outras linhas que atendem aos passageiros em outras partes da capital.
Fonte : Ascom SMTT
Fotos : Sérgio José