sábado, 23 de julho de 2016

Campione Invictus na Twister Rio.

Twister Rio , Renova com Comil Campione Invictus.

A Twister Rio, empresa de turismo e receptivo sediada no Rio de Janeiro, recebeu uma unidade do Campione Invictus 1200, da Comil.






O veículo é encarroçado sob o chassi Scania K360. Numerado como 1070, substitui um Jum Buss 340, encarroçado no chassi Scania K113.





Texto : Josivandro Avelar
Fotos : Thiago Cabral
Fonte  : www.ocdholding.com


Ônibus a Hidrogênio Poupou 4 Milhões de Litros de Diesel.

6 Mil Toneladas de Gases Que Provocam o Efeito Estufa , Deixaram de ser emitidos.

ADAMO BAZANI


O projeto que colocou em diversas cidades da Europa 56 ônibus movidos a células de combustível de hidrogênio já apresentou os primeiros resultados.
De acordo com o grupo responsável pela circulação dos veículos, que engloba operadores de transportes, poder público, fabricantes e pesquisadores, a circulação dos ônibus em 2015 evitou que fossem consumidos quatro milhões de litros de óleo diesel e atmosfera foi poupada de receber seis mil toneladas de gases que causam o efeito estufa.
Outro dado importante é que a circulação destes 56 ônibus evitou poluição que seria gerada por 91 ônibus a diesel convencionais em um ano nos mesmos trajetos.
Entre as cidades participantes estão Aarau, na Suiça; Bozen, na Itália; Londres,na Inglaterra; Milão, na Itália; Oslo, na Noruega; e Colônia e Hamburgo, na Alemanha.
Fora da Europa, também participa dos estudos, a cidade de Whistler, no Canadá.
Até o fim de 2016 devem circular mais ônibus em outras cidades da Europa.
Os ônibus deste tipo são movidos, grosso modo, a partir de combustível feito de água. Não há emissão de poluentes na operação e o nível de ruído é considerado baixo. Em vez de fumaça com materiais tóxicos, o ônibus solta vapor d’água.
As células de hidrogênio são obtidas através de um processo denominado eletrólise, pelo qual, há a separação do Hidrogênio do Oxigênio da água (H2O).
Os ônibus a hidrogênio são híbridos. Isso porque é a partir do hidrogênio obtido pela eletrólise que é gerada a energia elétrica capaz de movimentar o veículo. A energia de tração é criada num processo eletroquímico.
No Brasil, estão em testes quatro ônibus a hidrogênio no Corredor Metropolitano ABD, sem transporte de passageiros ainda. Três veículos foram apresentados em 15 de junho de 2015 e um mais antigo teve apresentação em 1º  de junho de 2009.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Normandy do Triangulo no BRT Carioca.

Normandy do Triangulo no BRT Carioca com Marcopolo Viale Superarticulado.

Fonte : Portal Ônibus Paraibanos/OCD Holding
Matéria / Texto : Josivandro Avelar
Fotos : Jovani Cecchin


A Viação Normandy do Triângulo fez sua estreia no Consórcio BRT do Rio de Janeiro. A empresa, que até então operava apenas uma única linha executiva após repassar suas linhas intermunicipais urbanas para a Linave e Blanco, e as rodoviárias para a UTIL, começou suas operações no BRT se preparando para a inauguração do próximo corredor da cidade, o Transolímpica. Uma das mais tradicionais marcas do Grupo Guanabara, a Normandy já começou no BRT mostrando força trazendo uma aquisição de peso.
Trata-se de um lote de pelo menos 26 superarticulados Viale BRT, da Marcopolo. Os veículos são encarroçados no chassi O-500MDA da Mercedes-Benz, sendo mais longos graças ao segundo vagão trucado. Um veículo como esse chega a 23 metros de comprimento.

Os veículos possuem ar-condicionado, 6 portas – 2 de serviço do lado direito e 4 de embarque e desembarque de passageiros do lado esquerdo, espaços para cadeirantes, 3 letreiros da marca FRT de cor âmbar, sendo um frontal e dois laterais, do lado esquerdo do veículo, além de letreiros internos. Os veículos possuem vidros de bandeira fixa, com vedação de borracha, diferente dos modelos anteriores, onde os vidros eram colados.

Ônibus superarticulados já operam em outras empresas do BRT carioca, como a Jabour e a Pégaso.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Rota Transportes Renovando sua Frota.

A Baiana Rota Transportes da Início a Renovação de Frota de 2016.

Fonte : Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto : Josivandro Avelar
Foto : Jovani Cecchin


A baiana Rota Transportes dá início à sua renovação de frota em 2016. Esta é uma das primeiras unidades do Marcopolo Paradiso G7 1200 adquiridas neste ano pela empresa, encarroçadas no chassi O-500RS Bluetec5 da Mercedes-Benz.
O carro 7125, que ilustra esta matéria, vem configurado no serviço Cimmo, que corresponde ao serviço convencional climatizado da empresa. Devem rodar nas linhas intermunicipais da Bahia.
A Rota Transportes tem sede em Itabuna-BA e pertence ao Grupo Brasileiro. A empresa atua com linhas intermunicipais na Bahia desde 1978 e desde setembro de 2014 atua no transporte interestadual, assumindo parte das linhas da Bomfim, que havia deixado de operar com transporte de passageiros na ocasião.
Com isso, a Rota Transportes atua na Paraíba na ligação João Pessoa X Salvador, a mais longa da empresa, compartilhada com a Auto Viação Progresso.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Passageiros Aprovam Mudanças em Linhas.

Passageiros do Litoral Norte de Alagoas , Aprovam as Mudanças Nas Linhas.


Cerca de 1.200 passageiros foram transportados neste fim de semana, dias 9 e 10, pela empresa CM Transporte e Turismo nos municípios de Paripueira e Barra de Santo Antônio, litoral Norte do Estado. As duas linhas de ônibus intermunicipais metropolitanas fazem parte das 11 modificadas pela Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal) em todo o Estado.

Com a mudança, o número de viagens nos percursos Paripueira/Maceió e Barra de Santo Antônio/Maceió passou para, respectivamente, de quatro para dez e de 14 para 26. Dos sete coletivos em operação, cinco possuem acessibilidade, com elevadores para cadeirantes.

A transição da empresa Real Alagoas para a CM Transporte e Turismo nas linhas convencionais começou no sábado, 9, e foi acompanhada pelos fiscais e pela equipe técnica da Agência Reguladora.

Leandro Calheiros, técnico da Gerência de Transporte da Arsal, contou que os usuários do Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal dos dois municípios demonstraram satisfação com a mudança.
“Alguns passageiros contaram que houve até festa com a chegada dos coletivos. Verificamos que todos os horários determinados foram cumpridos, com ônibus passando de dez em dez, de 20 em 20 minutos, das cinco da manhã às 22 horas, e também testamos a acessibilidade dos veículos, que está funcionando perfeitamente”, destacou Calheiros.


O músico Eduardo Aprígio, que é cadeirante, faz o percurso Paripueira/Maceió pelo menos três vezes por semana. Um dos 700 usuários transportados neste fim de semana, ele também aprovou a mudança: “Os ônibus têm elevadores de acessibilidade e não demorei esperando no ponto. A modificação que a Arsal está realizando está ficando excelente”, comemorou.

Em Maceió, os ônibus com destino a Paripueira e Barra de Santo Antônio saem do terminal do Mercado da Produção, no Centro. Para maiores informações, os usuários podem entrar em contato com a Ouvidoria da Arsal, por meio do telefone de discagem gratuita, 0800 284-0429 (de segunda a sexta, das 8h às 14h) ou pelo site (www.arsal.al.gov.br).

A mudança iniciada sábado, prossegue nos dias 17 em Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco e Pilar e no dia 24 deste mês, em Barra de São Miguel, Pindoba, Marechal Deodoro, Massagueira e Barra Nova.  




Fonte : www.arsal.al.gov.br

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Arsal Anuncia Mudanças em 11 Linhas Intermunicipais.

Arsal Anuncia Mudanças em 11 Linhas Intermunicipais beneficiando Passageiros na Região Metropolitana de Maceió.


A partir deste sábado, 9, usuários do Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Alagoas começam a ser beneficiados com mudanças em 11 linhas de ônibus metropolitanas, que passam a contar com maior número de viagens – em alguns casos o aumento será de 100% - e de veículos, conforme decisão da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal).
As linhas, todas com origem e destino na capital, são as seguintes: Barra de Santo Antônio; Paripueira; Barra de São Miguel; Pilar (via Satuba); Pilar (via Polo Cloroquímico); Coqueiro Seco (via Satuba); Santa Luzia do Norte (via litoral); Pindoba; Marechal Deodoro; Massagueira e Barra Nova.
Neste sábado, a mudança começa apenas no litoral Norte (Barra de Santo Antônio e Paripueira) e prossegue nos dias 17, em Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco e Pilar, e 24 deste mês, nas demais linhas.

Antes operadas pela Real Alagoas, as 11 linhas passam a ser exploradas, em caráter emergencial, pelas empresas CM Transporte e Turismo, responsável pelo trajeto Barra de Santo Antônio/Maceió e Paripueira/Maceió, com sete coletivos; e pela Expresso Metropolitano, que assume os demais trajetos, com 21 ônibus.
Em todas elas, as tarifas permanecem inalteradas. Os valores já creditados nos bilhetes eletrônicos da Real Alagoas adquiridos pelos passageiros poderão ser utilizados normalmente nas linhas assumidas pela Expresso Metropolitano. Já para as linhas da CM Transporte, será necessário procurar a Real Alagoas para reembolso dos créditos.
O anúncio acerca das modificações foi feito nesta quinta-feira, 7, pelo presidente da Arsal, Marcus Vasconcelos, durante uma reunião com o prefeito Carlos Alberto Canuto, na Prefeitura de Pilar, um dos municípios inseridos na mudança.
“A sociedade não terá nenhum prejuízo com essas alterações, muito pelo contrário. O número de viagens e de coletivos será ampliado praticamente em todas as linhas, ao tempo em que prosseguiremos repensando melhorias para o sistema de transporte rodoviário coletivo intermunicipal, por determinação do governador Renan Filho. Isso demanda tempo, mas posso garantir que há todo o empenho do Governo do Estado, por meio da Arsal, neste sentido”, afirmou Vasconcelos.
O presidente da Arsal disse ainda que a fiscalização será reforçada nas regiões, para  viabilizar o trabalho das empresas de ônibus e dos permissionários licitados. “O transporte clandestino será combatido com ainda mais ênfase”, frisou.
O prefeito agradeceu o empenho e a parceira da Agência Reguladora, lembrando que a população do município vem sofrendo devido a redução no número de horários de viagens e no número de coletivos intermunicipais. “A população do Pilar será sempre grata a Arsal e ao governo por solucionarem esse problema”, disse Carlos Alberto Canuto, acrescentando que, por meio de convênio já firmado com a Agência Reguladora, a SMTT local irá trabalhar em conjunto na fiscalização do transporte.
Confira as mudanças no número de viagens/dia das linhas com destino a Maceió. O quadro de horários completo será divulgado posteriormente na página eletrônica da Arsal (www.arsal.al.gov.br).
Pilar (via Satuba): 11 para 15;
Pilar (via Polo): 1 para 3;
Santa Luzia do Norte (via Litoral): 1 para 3;
Coqueiro Seco (via Santa Luzia do Norte): 8 para 15;
Marechal Deodoro: 16 para 28;
Massagueira: 7 para 8;
Barra Nova: 8 (linha nova);
Pindoba: 1
Barra de São Miguel: 8 para 10;
Barra de Santo Antônio: 14 para 26;
Paripueira: 4 para 10

Fonte : www.arsal.al.gov.br
Fotos : Sérgio José - Ônibus Alagoas


No Recife : ônibus Poderão Circular Sem Cobrador.

Passageiros Começam a ser Orientados Sobre Retirada dos Cobradores dos Ônibus.

Começa a ação educativa para orientar os passageiros de ônibus sobre a estratégia de retirada dos cobradores dos coletivos. O Grande Recife Consórcio de Transportes inicia a atividade com os usuários da linha 901 - TI Abreu e Lima / TI Macaxeira. Atualmente, a linha circula com oito veículos.


A medida, no entanto, só deve entrar em vigor a partir do próximo dia 11. Segundo o consórcio, o objetivo é reduzir os altos índices de assaltos. Só será permitido o ingresso de passageiros com o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM). Serão aceitos os VEM's Trabalhador, Estudante, Livre Acesso e Comum.

Em nota oficial, o Grande Recife informou que a mudança ainda está em teste. “Para avaliar se a redução de circulação de dinheiro no ônibus diminuirá a incidência de assaltos a coletivos”. 

Anteriormente, a medida estava programada para iniciar já na próxima segunda-feira, mas a entidade prolongou o prazo para que os passageiros sejam orientados sobre a mudança e providenciem o cartão de passagem, caso ainda não tenham.

Ainda de acordo com o Grande Recife, a empresa que opera a linha firmou compromisso com o Consórcio para que todos os profissionais sejam capacitados e remanejados para outras funções, como motoristas ou despachantes.

Informações : Diário de Pernambuco
Fonte  e Foto : blog meu transporte


Mais Um Citmax na Frota da Expresso Oceano.

Mais um Ciferal Citmax na Frota da Expresso Oceano.

Por Josenilson Rodrigues – Busão de Natal


Desde a Quinta Feira (23/06) a empresa Expresso Oceano passou a operar com mais um ônibus do modelo Ciferal Citmax equipado no chassi Mercedes-Benz modelo OF-1722.
O veículo operou pela a primeira vez na linha 121 que realiza o itinerário Extremoz / Natal Via Petrópolis.
O ônibus pertenceu a empresa Transportes Guanabara (empresa que administra a Expresso Oceano) com o prefixo 1306 e depois passou a ser o 1615.


Fonte  :  busaodenatal.com
Fotos : Josenilson Rodrigues

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Viaggio 1050 para Gana.

Para Gana ; Marcopolo Viaggio 1050 Encarroçado Sob Scania K410.

Fonte : Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto : Josivandro Avelar
Foto : Jovani Cecchin


A Marcopolo segue atendendo encomendas de todo o mundo, bem como adapta seus produtos às necessidades de cada mercado. Com Gana, país da África Ocidental, a Marcopolo realiza mais uma entrega de encomenda, dessa vez para uma empresa que opera linhas intermunicipais no país.
A empresa é a STC Intercity Coaches, que deve receber unidades do Marcopolo Viaggio G7 1050 encarroçadas sob o chassi Scania K410. Sim, você não leu errado: o chassi é de 410 cavalos, algo considerado altamente potente para uma carroceria do porte do Viaggio 1050, que no Brasil é encarroçado com chassis de motor dianteiro e traseiro de potência média a baixa.

É a segunda encomenda da Marcopolo para Gana. A encarroçadora gaúcha entregou para o país unidades do New Torino em sua variante Low Entry também encarroçadas sob Scania.