quinta-feira, 30 de julho de 2015

O MODESTO SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SOBRAL.

BUSCANDO ALCANÇAR MELHORIAS NO TRANSPORTE , FOI CRIADA A EMPRESA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA.

Por Fortalbus

Uma melhoria no Transporte coletivo é uma reivindicação antiga dos moradores de Sobral, principalmente daqueles que dependem dele para se locomover. Buscando alcançar essa melhoria foi criada a Empresa Nossa Senhora de Fátima, que sucedeu a Empresa Loiola, na prestação do serviço de transporte urbano da cidade e principalmente no bairro Sinhá Sabóia. 


As linhas de ônibus que operam na cidade são 201, 202 e 203, onde os bairros Centro, Campo dos Velhos, Junco, Vila União, Cidade Dr. José Euclides e Cohab III contam com 6 ônibus, já a linha 303 atende os bairros do Centro, Sumaré e Padre Palhano, com 3 ônibus e a linha circular 1 que passa pelos bairros do Centro, Dom Expedito, Sinhá Saboia, Cohab I e II, dispõe de 5 ônibus. 

Fonte  :  Fortalbus.com.br
Foto    :  José Farias


NO RECIFE LINHA TI CAJUEIRO SECO MUDA ITINERÁRIO E DE NOME.

NO RECIFE LINHA 166 - TI CAJUEIRO SECO ( Via Rua do SOL ) MUDA DE ITINERÁRIO E DE NOME.

Os usuários de ônibus que utilizam a linha 166 – TI Cajueiro Seco (Rua do Sol) devem ficar atentos quanto à mudança no trajeto dos ônibus, a partir deste sábado (1º). A alteração acontecerá em todas as viagens no sentido subúrbio/cidade e cidade/subúrbio nos dias úteis, sábados e domingos e será definitiva. 



Com a mudança, os veículos farão o seguinte trajeto: Ponte Duarte Coelho, Av. Guararapes, Av. Dantas Barreto, Av. Nossa Senhora do Carmo, Av. Martins de Barros, Cais de Santa Rita, Terminal de Passageiros do Cais de Santa Rita (Ponto de retorno), Travessa do Forte, Rua de São João, Av. Dantas Barreto, Av. Sul...

Para esse novo trajeto, a linha deixará de trafegar pela Rua do Sol, Praça Joaquim Nabuco, Rua Floriano Peixoto e Rua do Peixoto e consequentemente não atenderá as paradas localizadas nestas vias. 

Devido à mudança, a linha mudará de nome para: 166 – TI Cajueiro Seco (Cais de Santa Rita).

Confira abaixo as paradas que esta linha passará a atender com o novo itinerário:

•    Parada nº180327, localizada no canteiro central (1ª parada) da Av. Guararapes, em frente à Rua da Palma.
•    Parada nº180230, situada na Av. Nossa Senhora do Carmo, em frente ao Cebrac – Central de Cursos Brasileiro.
•    Parada 10 do Terminal de Passageiros do Cais de Santa Rita, na mesma parada da linha 167 – TI Tancredo Neves (IMIP).
•    Parada nº180047, localizada na Travessa do Forte, 200 metros após a sede do Grande Recife Consórcio de Transporte. 

Para mais informações, os usuários dispõem da Central de Atendimento ao Cliente, no 0800.081.0158. 

Informações : GRCT
Fonte e Foto :   meutransporte.blogspot.com.br

 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

PREFEITURA DE MACEIÓ PUBLICA EDITAL DE LICITAÇÃO DO TRANSPORTE.

EDITAL DE LICITAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO FOI LANÇADO DE FORMA " INÉDITA  " NA MANHÃ DESTA SEGUNDA.


A Prefeitura de Maceió publicou segunda-feira (27), no Diário Oficial do Município, o Edital de Licitação do Transporte Público Coletivo, que vai regulamentar o sistema de transporte público da capital. Para esclarecer o que estabelece o edital, o prefeito Rui Palmeira, acompanhado do superintendente Municipal de Transportes e Trânsito, Tácio Melo, e do secretário Municipal de Governo, Ricardo Wanderley, concedeu entrevista à imprensa a partir das 9h no Salão Água Viva do Hotel Ponta Verde.

A publicação do edital, inédita na administração maceioense, tornará públicas as condições de participação de empresas no sistema de transporte público municipal, informando também o cronograma das outras etapas do processo, como os períodos de entrega, apresentação e análise de propostas.

Para o prefeito Rui Palmeira, a publicação do edital marca a implantação de um modelo mais eficiente de gestão do transporte público em Maceió. “As empresas terão metas a cumprir para assegurar a qualidade do serviço, conforme as condições estabelecidas no edital, que serão fiscalizadas pela SMTT. O sistema será redimensionado, com a oferta de novas linhas para atender ao crescimento da cidade e haverá renovação da frota, com pelo menos 20% de carros zero quilômetro ao final do primeiro ano de operações. Considerando a frota atual, de 700 ônibus, isso representa 140 novos veículos já no primeiro ano de implantação do sistema”, informa o prefeito.

A acessibilidade e a integração temporal unidirecional estão entre os principais benefícios para os usuários do transporte coletivo. “O edital estabelece 100% de acessibilidade e implantação da integração temporal, que permite a troca de ônibus sem pagamento de nova tarifa, no período de uma hora e meia, feito na mesma direção, em qualquer ponto de ônibus. Hoje isso é permitido apenas nos terminais Benedito Bentes, Colina e Rotary. Com o novo modelo, a integração poderá ser feita em qualquer ponto, seguindo os critérios de tempo e direção estabelecidos no edital”, explica Rui.

De acordo com o presidente da Comissão de Licitação, Jorge Bezerra, o edital a ser lançado vem precedido da primeira etapa do processo licitatório, realizado conforme a Lei nº 8.666/93, que rege as licitações. A fase inicial, já concluída, inclui estudo técnico, pesquisa de origem e destino realizada pelo Governo do Estado e consultas realizadas através de seis audiências públicas.

O superintendente do órgão, Tácio Melo, explica que além de ajudar na construção do edital, as audiências tiveram um papel importante no planejamento de ações para o período posterior ao processo licitatório. “Foi a partir do que recebemos durante as duas primeiras audiências e por e-mail, no período de uma semana após cada uma, que atendemos demandas que se mostravam urgentes”, avalia.

Dentre as principais medidas tomadas pelo órgão para atender as demandas apresentadas durante e após a audiência pública de 2014, destacam-se a implantação da faixa exclusiva para ônibus nas partes baixa e alta da cidade, a sincronização de semáforos, a colocação de abrigos, construção e revitalização de terminais de ônibus.

“Identificamos que algumas solicitações da população já poderiam ser resolvidas antes da conclusão da licitação, como por exemplo, o acréscimo de trinta veículos novos à frota da cidade e Maceió tornou-se uma das poucas capitais brasileiras a ter todos os ônibus com GPS”, detalhou Tácio Melo.



Informações : Tribuna Hoje
Fonte  :  meutransporte.blogspot.com.br
Foto  :  Adailson Calheiros / Tribuna Hoje


JUSTIÇA MANDA EMPRESA COM TARIFA ZERO PARAR DE OPERAR.

EMPRESAS ENTRARAM NA JUSTIÇA POR ENTENDEREM QUE EPT FAZ CONCORRÊNCIA DESLEAL EM MARICÁ


O desembargador Pedro Raguenet, da 21ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou que a EPT – Empresa Pública de Transportes, da cidade de Maricá, suspenda as operações nos bairros e regiões já atendidos pela Empresa Nossa Senhora do Amparo e Viação Costa Leste.
A EPT opera sem cobrança de tarifa e foi uma iniciativa da atual gestão do município.
A determinação atende agravo de instrumento movido contra a prefeitura pelo Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro – Setrerj.
O sindicato alega que a EPT está tirando passageiros das empresas operadoras, classificando a atuação da empresa pública como uma “concorrência predatória”. Diz ainda que o contrato de concessão com as duas empresas particulares prevê exploração das linhas sem concorrência, em vigor até 03 de outubro de 2020.
O Setrerj já tinha tentado impedir a circulação da EPT em instância inferior da Justiça. O sindicato teve o pedido negado pela 1ª Vara da Comarca de Maricá  e recorreu ao TJ – RJ.
A prefeitura deve recorrer para derrubar a decisão contra a empresa pública.
A cidade tem 150 mil habitantes. A EPT começou a operar em 18 de dezembro de 2014 com dez ônibus. Na ocasião do lançamento dos serviços, a prefeitura informou que o custo mensal para operar a EPT seria de R$ 700 mil, mas que o investimento teria retorno pela maior movimentação econômica gerada na cidade pelo aumento dos deslocamentos pelo transporte gratuito.

PREFEITO DE MARICÁ DIZ QUE ÔNIBUS GRATUITOS NÃO VÃO PARAR DE CIRCULAR.


O prefeito de Maricá, no Rio de Janeiro, Washington Luiz Cardoso Siqueira (Washington Quaquá), do PT, garantiu neste sábado, dia 25 de julho de 2015, que a EPT – Empresa Pública de Transportes, que opera ônibus urbanos na cidade sem a cobrança de passagem, não vai deixar de circular. Os veículos são conhecidos como “vermelhinhos”.

“Decidi isso (criação da EPT) devido ao péssimo serviço prestado pelas concessionarias, inclusive com evidente sobrepreço cobrado por anos e anos nas passagens, conforme demonstram nossas planilhas” – disse o prefeito no comunicado.

Pelo tom da nota emitida pela prefeitura, será travada oficialmente uma queda de braços entre o poder público e as empresas de ônibus.
“… a Prefeitura recorrerá judicialmente nos fóruns competentes e tem plena convicção de que, assim como em ocasiões anteriores, haverá o reconhecimento pelo impacto social positivo que o transporte gratuito trouxe à cidade. Além do recurso, o prefeito vai deflagrar uma série de ações que cabem ao poder concedente, como a fiscalização de todos os veículos das concessionárias e a cassação destas mesmas concessões por conta das recorrentes falhas na prestação de serviços. A atuação pode eventualmente chegar até à encampação propriamente dita dessas empresas. A população, informada das medidas, apoia o que foi decidido e dá a dimensão do problema social provocado por uma eventual paralisação. Na manhã deste sábado, inclusive, houve protestos e bate-boca na Rodoviária do Povo quando funcionários da EPT foram hostilizados quando trabalhavam. Passageiros do ônibus se uniram e saíram em defesa do que já consideram seu patrimônio.”, segundo a nota.
O poder público argumenta ainda que a implantação da EPT não foi apenas por causa do que considera má qualidade das empresas particulares, mas também porque os serviços das companhias não atendiam a população em todos os horários.

Fonte  :  Adamo Bazani / Blog Ponto de ônibus
Fotos  :  Adriano Marçal / Gabriel Mertz
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

sábado, 25 de julho de 2015

OS PRIMEIROS NEWS TORINO 2014 DO RECIFE.

RECIFE FINALMENTE RECEBE SEUS PRIMEIROS TORINO 2014.

Fonte : Portal Ônibus Paraibanos

Matéria / Texto : Josivandro Avelar
Fotos : Josué Soares


O Torino 2014 já chegou no Ceará, na Bahia, no Maranhão, em Sergipe, na Paraíba e em Pernambuco. Só que diferente dos demais estados, em Pernambuco o modelo chegou primeiro numa empresa de Caruaru, a Bahia. Agora sim a capital do estado, Recife, recebe seus primeiros Torino 2014.

A empresa que traz os primeiros Torino 2014 de Recife é a Empresa Metropolitana, de Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. Vieram no padrão SEI Perimetral. Sete carros foram vistos na Marcopolo Rio, mas foram registrados dois: 506 e 515.
 
Os veículos fotografados vieram em dois chassis diferentes. O carro 506 veio encarroçado no chassi 17-230 OD Euro V da Volkswagen.


Já o 515 veio encarroçado no chassi OF-1721 Bluetec5 da Mercedes-Benz, e é mais alongado que o veículo anteriormente mostrado.


A estimativa é de que a compra gire em torno de 20 unidades. Não se sabe se todas elas são no padrão SEI Perimetral, caracterizado pela cor vermelha, ou se virão veículos de outros padrões do Sistema Estrutural Integrado neste lote.

O grupo empresarial conhecido como EME/CAX congrega, além da Empresa Metropolitana, a Rodoviária Caxangá, de Olinda, e as empresas Transportes Guanabara e Oceano, do Rio Grande do Norte.


EDITAL DE LICITAÇÃO EM MACEIÓ SERÁ LANÇADO NA SEGUNDA.

PREFEITURA PUBLICA EDITAL DO TRANSPORTE PÚBLICO NESTA SEGUNDA.


A Prefeitura de Maceió publica segunda-feira (27), no Diário Oficial do Município, o Edital de Licitação do Transporte Público Coletivo, que vai regulamentar o sistema de transporte público da capital. Para esclarecer o que estabelece o edital, o prefeito Rui Palmeira, acompanhado do superintendente Municipal de Transportes e Trânsito, Tácio Melo, e do secretário Municipal de Governo, Ricardo Wanderley, concede entrevista à imprensa a partir das 9h no Salão Água Viva do Hotel Ponta Verde.

A publicação do edital, inédita na administração maceioense, tornará públicas as condições de participação de empresas no sistema de transporte público municipal, informando também o cronograma das outras etapas do processo, como os períodos de entrega, apresentação e análise de propostas.

Para o prefeito Rui Palmeira, a publicação do edital marca a implantação de um modelo mais eficiente de gestão do transporte público em Maceió. “As empresas terão metas a cumprir para assegurar a qualidade do serviço, conforme as condições estabelecidas no edital, que serão fiscalizadas pela SMTT. O sistema será redimensionado, com a oferta de novas linhas para atender ao crescimento da cidade e haverá renovação da frota, com pelo menos 20% de carros zero quilômetro ao final do primeiro ano de operações. Considerando a frota atual, de 700 ônibus, isso representa 140 novos veículos já no primeiro ano de implantação do sistema”, informa o prefeito.
PREFEITO RUI PALMEIRA
FOTO : PEI FON / SECOM MACEIÓ
A acessibilidade e a integração temporal unidirecional estão entre os principais benefícios para os usuários do transporte coletivo. “O edital estabelece 100% de acessibilidade e implantação da integração temporal, que permite a troca de ônibus sem pagamento de nova tarifa, no período de uma hora e meia, feito na mesma direção, em qualquer ponto de ônibus. Hoje isso é permitido apenas nos terminais Benedito Bentes, Colina e Rotary. Com o novo modelo, a integração poderá ser feita em qualquer ponto, seguindo os critérios de tempo e direção estabelecidos no edital”, explica Rui.
De acordo com o presidente da Comissão de Licitação, Jorge Bezerra, o edital a ser lançado vem precedido da primeira etapa do processo licitatório, realizado conforme a Lei nº 8.666/93, que rege as licitações. A fase inicial, já concluída, inclui estudo técnico, pesquisa de origem e destino realizada pelo Governo do Estado e consultas realizadas através de seis audiências públicas.

O superintendente do órgão, Tácio Melo, explica que além de ajudar na construção do edital, as audiências tiveram um papel importante no planejamento de ações para o período posterior ao processo licitatório. “Foi a partir do que recebemos durante as duas primeiras audiências e por e-mail, no período de uma semana após cada uma, que atendemos demandas que se mostravam urgentes”, avalia.
SUPERINTENDENTE DA SMTT
TÁCIO MELO
FOTO : Pei Fon / Secom Maceió
Dentre as principais medidas tomadas pelo órgão para atender as demandas apresentadas durante e após a audiência pública de 2014, destacam-se a implantação da faixa exclusiva para ônibus nas partes baixa e alta da cidade, a sincronização de semáforos, a colocação de abrigos, construção e revitalização de terminais de ônibus.


“Identificamos que algumas solicitações da população já poderiam ser resolvidas antes da conclusão da licitação, como por exemplo, o acréscimo de trinta veículos novos à frota da cidade e Maceió tornou-se uma das poucas capitais brasileiras a ter todos os ônibus com GPS”, detalhou Tácio Melo.

FONTE  : Secom / Prefeitura Municipal de Maceió

ÔNIBUS METROPOLITANOS DEIXARÃO DE CIRCULAR EM SALVADOR.

MUITAS DAS LINHAS ORIUNDAS DAS CIDADES COMO SIMÕES FILHO , CANDEIAS E CAMAÇARI DEVEM DEIXAR DE CIRCULAR OU TEREM SEU PONTO FINAL MODIFICADO.

Além do funcionamento pleno da Linha 2 do metrô de Salvador – as obras estão previstas para acabar em 2017, de acordo com a concessionária CCR – outra novidade para quem utiliza o transporte público da capital baiana para chegar até as cidades região metropolitana, ou vice-versa, será que muitas das linhas de ônibus oriundas de municípios como Simões Filho, Candeias e Camaçarí devem deixar de circular ou terem seu ponto final modificado.


De acordo Fábio Mota, secretário da Secretaria de Mobilidade (Semob), ao todo, mais de 650 linhas serão retiradas de dentro da cidade. Os ônibus oriundos da BR-324 farão integração com o metrô na Estação Pirajá e os que vierem do Litoral Norte, terão como parada final a Estação Mussurunga. Para ele, as mudanças devem ajudar a melhor o fluxo de veículos dentro da cidade. “A locomoção das pessoas, principalmente nos horários de pico, será facilitada justamente pelo fato de haverem menos ônibus metropolitanos. Essas alterações serão feitas aos poucos, de forma gradual, para não causarem prejuízos a população”, contou.

A reportagem da Tribuna da Bahia entrou em contato com a assessoria de comunicação da Agerba para saber mais detalhes sobre o projeto. No entanto, ela apenas informou que “o sistema metroviário e rodoviário de Salvador, está sendo analisado e estudado pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo e Rodoviário do Estado da Bahia (ABEMTRO), pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (SEDUR), Secretaria da Casa Civil, Agerba e Secretaria Estadual de Infraestrutura (SEINFRA)” e, por conta disso, não poderia repassar informações mais concretas sobre o tema. Em entrevista ao Bahia Notícias, o diretor da Agência, Eduardo Pessôa, disse “a segregação será feita no momento certo” e que valor da integração deve sair até setembro.


Informações : Tribuna da Bahia
Fonte e Foto :  meutransporte.blogspot.com





sexta-feira, 24 de julho de 2015

AGORA É A VEZ DA CABRAL ADQUIRIR O TORINO 2014.

DEPOIS DA CRUZEIRO E NACIONAL DE LUXO , AGORA É A VEZ DA TAMBÉM CAMPINENSE VIAÇÃO CABRAL.

Fonte : Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto : Josivandro Avelar


Depois da Cruzeiro e da Nacional de Luxo, mais uma empresa de Campina Grande adquire o Torino 2014 - ou New Torino, como queiram. A vez agora é da Viação Cabral e Santa Rosa.


Foram vistas quatro unidades do modelo na Marcopolo Rio: 0120, 0129, 0132 e 0138, no total de cinco. Ainda há dúvidas sobre que chassi ela trouxe: se o OF-1721 Bluetec5 ou o OF-1724 Bluetec5, que encarroça os últimos 5 veículos comprados zero pela empresa em 2012.


As configurações são praticamente idênticas aos dos carros adquiridos pela Nacional, com a diferença que a Cabral incluiu nos veículos a vista auxiliar, que assim como os letreiros frontal e lateral, são FRT.



Até aqui, a Nacional de Luxo adquiriu 5 unidades, e a Cruzeiro duas. Com isso sobe para três o número de empresas em CG com o Torino 2014. Em João Pessoa, Transnacional, Reunidas e Santa Maria já contam com o Torino 2014 desde o mês passado.


Agradecemos ao amigo José Augusto de Souza Oliveira pela cessão das fotos.

OS TRÊS MERCEDÕES DA ANGELIM.



A Viação Angelim que foi fundada no ano de 1953, teve em sua história de 48 anos de existência, três veículos montados sob o robusto chassi Mercedes-Benz O-371UP.

Os carros possuíam os prefixos 08015, 08016 e 08019 e possuíam o modelo Marcopolo Torino, com ano de fabricação 1992. Os ônibus operavam nas linhas 031-Av. Borges de Melo 1 e na popular linha 041-Avenida Paranjana 1, que foi extinta desde 2010.



Os ônibus foram adquiridos novinhos de fábrica pela Empresa Iracema, e vieram pintados na antiga padronização de Fortaleza, que era exclusiva para os veículos que operavam nas linhas do tipo ''circular'', ou seja, as 031/032-Av. Borges de Melo 1 e 2, 041/042-Av. Paranjana 1 e 2 e o  051/052-Grande Circular 1 e 2. A pintura foi utilizada por muito pouco tempo e foi substituída pela padronização das linhas troncais, que ficou sendo o layout oficial para todas os tipos de linha do sistema.


A Viação Angelim, assim como as demais empresas que possuíam ônibus pesados com a padronização laranja, repintou os seus 3 veículos após alguns anos, e os desativou de sua frota em meados de 1999, vendendo dois deles para a MS Turismo, que opera no setor de fretamento no Ceará. Na época, a empresa estava adquirindo três Torinos 1999 que possuiam as mesmas numerações deles.



Fonte : MOB Ceará
Fotos   :  Renato Garcia / Sérgio Maciel