segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Gato Preto vai testar ônibus a Gás em São Paulo.

ADAMO BAZANI

Já está na garagem da Viação Gato Preto, operadora área 8, zona Sudoeste do sistema estrutural da capital paulista, um ônibus que pode ser movido a GNV – Gás Natural Veicular ou biometano, combustível obtido pelo processamento de gases gerados na decomposição do lixo.
Fontes ligadas à empresa de ônibus enfatizaram ao Diário do Transporte que trata-se de um teste.
Ainda não há data para a circulação com o veículo, mas o intuito da empresa é colocá-lo na linha 874C/10 (Parque Continental / Metrô Trianon-Masp).

O modelo é apresentado à companhia de ônibus bem às vésperas do edital de licitação dos transportes da cidade que deve exigir das empresas operadoras cumprimento de metas de redução de poluição.
As metas farão parte do edital. Além disso, projetos na Câmara Municipal querem estipular novo cronograma de substituição da frota a diesel no lugar do artigo 50, da Lei de Mudanças Climáticas, de 2009, que na época que foi assinada previa a substituição de 10% ao ano dos ônibus até que em 2018 nenhum veículo de transporte coletivo dependesse somente de diesel. Atualmente, apenas 6% da frota dos 14,7 mil ônibus teriam condições de atender a esta lei.

Do ponto de vista econômico, Olimpio destacou que o gás natural é adequado para a realidade brasileira.
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes
Fotos  :  William Alves Monteiro - Canal Willybus
Texto e Reportagem  : Adamo Bazani - Diário do Transporte


domingo, 13 de agosto de 2017

Viação Cidade das Dunas Renova com Veículos mais Novos.

Por Josenilson Rodrigues – Busão de Natal
Entrou em operação recentemente Dois veículos à frota empresa Viação Cidade das Dunas, permissionária em transporte de passageiros metropolitano.

Um dos veículos é da carroceria Comil Svelto sobre o chassi Volkswagen 15.190 EOD, o mesmo foi flagrado hoje rodando na linha circular que faz atendimento Marcia Lacerda sentido 1.

Já o outro é um Marcopolo Torino GVU Mercedes-Benz OF-1418. Esse já tem uns dias que está circulando e faz o atendimento Nova Parnamirim / Ribeira.
Ambos os veículos são equipados com destino eletrônico frontal e elevador para pessoas com mobilidade reduzida.

Com a incorporação desses veículos é provável que os veículos do modelo Marcopolo Senior Midi devam sair de operação e com isso, a Cidade das Dunas rejuvenesce sua frota com veículos melhores e mais confortáveis.
Fonte :  busaodenatal.com
Fotos : Josenilson Rodrigues

MS Turismo adquire seu primeiro Caio Solar.

A MS Turismo adquiriu seu primeiro ônibus rodoviário da fornecedora Caio Induscar.


O ônibus possui o modelo Solar, e é provido do chassi Volkswagen 17-230 OD, com câmbio manual. O veículo possui ar-condicionado, 49 poltronas e pertenceu anteriormente a MK Transportes e a Pool Logística Humana, localizada no Rio Grande do Sul. O ônibus recebeu o prefixo 0202111 na MS Turismo e é o segundo semi novo adquirido pela empresa em menos de 30 dias, pois a MS Turismo adquiriu recentemente seu primeiro Marcopolo Viaggio G7 1050. Confira algumas fotos do veículo:





Fonte : MOB Ceará


sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Salvador tem Integração entre todas as linhas e o Metrô.

ADAMO BAZANI


Desde a quinta-feira, 10 de agosto de 2017, todas as 530 linhas municipais de Salvador serão integradas ao metrô.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira pelo prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto.
Anteriormente, a integração funcionava para 45% das linhas municipais e beneficiava em torno de 500 mil pessoas por dia.
A integração permite que o passageiro utilize metrô e ônibus no intervalo de duas horas, pagando apenas uma tarifa.
É necessário, entretanto, ter o Salvador Card. A integração não ocorre com pagamento em dinheiro.
A tarifa é de R$ 3,60, sendo que, deste valor, R$ 1,42 é destinado às empresas de ônibus e R$ 2,18 ao metrô.
A prefeitura e as empresas de ônibus se queixavam do desequilíbrio econômico-financeiro do sistema e tentaram buscar uma solução. Houve polêmica entre os poderes estadual e municipal. Por um lado, prefeitura e empresas ameaçavam cortar a integração e, por outro, governo do estado dizia que poderia fazer uma licitação à parte para linhas integradas.
A promessa agora é de um estudo de restruturação das linhas para aumentar a viabilidade econômico-financeira da integração.
As mudanças serão de maneira gradual e, em pelo menos, quatro fases.
Incialmente a Estação Acesso Norte, onde ocorre a integração entre as linhas 1 e 2 do metrô, deve se transformar numa estação de transbordo, como a Estação Pirajá. Devem ser atingidas 77 linhas que atendem 32 bairros.
Numa segunda fase, a Estação Pirajá terá as linhas alteradas com a eliminação de sobreposições e trajetos de baixa demanda. Serão afetadas 41 linhas que servem 29 bairros.
Na terceira etapa, 25 linhas que atendem 13 bairros como Ribeira, Uruguai, Vila Rui Barbosa, Boca do Rio e Pituba devem também sofrer readequações .
Na quarta fase, 63 linhas de 37 bairros nas regiões da Liberdade,  Campinas de Pirajá ,Estrada Velha do Aeroporto, Mussurunga, Aeroporto e Orla Norte também devem passar por alterações.
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Gontijo Testará Chassi da Mercedes Benz.

A empresa mineira Gontijo testará um chassi Mercedes-Benz fornecido em regime de comodato pela fabricante. 


O chassi é um O-500RSD Euro 5 automatizado, e será testado pela Gontijo em um período entre 01 e 02 anos. Além da novidade no chassi, a empresa traz outra na carroceria - o Marcopolo Paradiso geração 7 será equipado com 46 poltronas soft com apoio para pernas, ar-condicionado, frigobar, toalete e sistema de internet Wi-Fi a bordo. De acordo com a Empresa Gontijo, o sistema de internet Wi-Fi passará a ser padrão nas próximas aquisições. O ônibus fará parte do serviço "Premium Executivo". 

A empresa de Abílio Gontijo informou também que o veículo "teste" não fará parte da renovação de frota do ano de 2017. 

Durante os últimos anos, apesar de sempre trabalhar com chassis Scania, o grupo Gontijo já operou com chassis da Mercedes-Benz. Os únicos ônibus da marca alemã que a empresa possuiu eram oriundos da extinta Cia. São Geraldo, empresa que fez parte do grupo.



Fonte : MOB Ceará
Fotos : Andrey Gustavo / Armando Villela


Os Mega Plus da Viação Vera Cruz de Duque de Caxias.

A Viação Vera Cruz, de Duque de Caxias, está renovando sua frota com 15 unidades do Mega Plus, da Neobus.
Os veículos são encarroçados no chassi OF-1519 Bluetec5 da Mercedes-Benz. São dotados de letreiros frontal, auxiliar, lateral e traseiro da marca FRT de cor âmbar. Possui duas portas de embarque e desembarque, além de uma porta exclusiva para embarque de cadeirantes, com plataforma elevatória Ortobras.
As numerações dos ônibus só serão determinadas quando os ônibus chegarem na garagem da empresa.
Uma das mais tradicionais empresas da Baixada Fluminense, a Viação Vera Cruz têm variado em suas compras nos últimos anos, alternando entre a Marcopolo e a Neobus, encarroçados em chassis dianteiros e traseiros de 17 toneladas.
Por Josivandro Avelar

Imagens Divulgação Neobus
Fonte ocdholding.wordpress.com


quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Novos Mercados de Passageiros Passam a ser operados pela Gontijo.

De Ônibus Paraibanos
Imagem JC Barboza



De acordo com a deliberação de número 201 de 27 de julho de 2017, a Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT deferiu a solicitação da Empresa Gontijo de Transportes LTDA para a implantação de novos mercados nos serviços já existentes da empresa.
Desses novos mercados, apenas um atende o estado da Paraíba, a João Pessoa X Palmares dentro da linha Rio de Janeiro (RJ) – Natal (RN), prefixo nº 07-0029-00.
Segue abaixo a lista dos novos mercados que serão operados pela Gontijo.
Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Crateus (CE) – São Paulo (SP), prefixo nº 03-0016-00; II – Implantação dos mercados Ituiutaba (MG) – Porto Velho (RO), Ituiutaba (MG) – Ariquemes (RO), Ituiutaba (MG) – Ji Paraná (RO), Ituiutaba (MG) – Pimenta Bueno (RO), Ituiutaba (MG) – Vilhena (RO), Ituiutaba (MG) – Pontes e Lacerda (MT), Ituiutaba (MG) – Cáceres (MT), Ituiutaba (MG) – Cuiabá (MT), Ituiutaba (MG) – Alto Garças (MT) e Ituiutaba (MG) – Alto Araguaia (MT) como seções na linha Mantena (MG) – Porto Velho (RO), prefixo nº 06-0150-00; III – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo(SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP) como seções na linha Euclides de Cunha (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0070-00; IV – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Poções (BA) – São José dos Campos (SP), como seções na linha Recife (PE) – São Paulo (SP), prefixo nº 04-0018-00; V – Implantação dos mercados Aracaju (SE) – Itaobim (MG), Poções (BA) – São Paulo (SP) e Poções (BA) – São José dos Campos (SP) como seções na linha Garanhuns (PE) – São Paulo (SP), prefixo 04-0020-00; VI – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP), como seção na linha Paulo Afonso (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0066-00; VII – Implantação dos mercados Tauá (CE) – São Paulo (SP), Tauá (CE) – Belo Horizonte (MG), Tauá (CE) – João Monlevade (MG), Tauá (CE) – Governador Valadares (MG), Tauá (CE) – Teófilo Otoni (MG), Tauá (CE) – Petrolina (PE), Tauá (CE) – Paulistana (PI), Tauá (CE) – Patos do Piauí (PI), Tauá (CE) – Picos (PI), Patos do Piauí (PI) – Petrolina (PE), Paulistana (PI) – Petrolina (PE), Petrolina (PE) – Belo Horizonte (MG), Juazeiro (BA) – São Paulo (SP), Juazeiro (BA) – Belo Horizonte (MG), Juazeiro (BA) – Governador Valadares (MG), Santo Estevão (BA) – São Paulo (SP), Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP) como seções na linha Sobral (CE) – São Paulo (SP), prefixo nº 03-0019- 00; VIII – Implantação dos mercados Picos (PI) – Governador Valadares (MG), Picos (PI) – Petrolina (PE), Patos do Piauí (PI) – Petrolina (PE), Paulistana (PI) – Petrolina (PE), Petrolina (PE) – Governador Valadares (MG), Juazeiro (BA) – Governador Valadares (MG), Senhor do Bonfim (BA) – Governador Valadares (MG), Feira de Santana (BA) – São José dos Campos (SP), Poções (BA) – São Paulo (SP), Poções (BA) – São José dos Campos (SP) e Vitória da Conquista (BA) – São José dos Campos (SP), como seções na linha Parambu (CE) – São Paulo (SP), prefixo nº 03-0021-00; XIX – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Monte Santo (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0071-00; X – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Crato (CE) – São Paulo (SP), prefixo nº 03-0017-00; XI – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Ribeira do Pombal (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0081-00; XII – Implantação dos mercados Ribeira do Pombal (BA) – Belo Horizonte (MG), Inhambupé (BA) – Belo Horizonte (MG), Alagoinhas (BA) – Belo Horizonte (MG), Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Jeremoabo (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0071-00; XIII – Implantação dos mercados Petrolina (PE) – São Paulo (SP), Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Quixadá (CE) – São Paulo (SP), prefixo nº 03-0020-00; XIV – Implantação do mercado Poções (BA) – São Paulo (SP), como seção na linha Miguel Calmon (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0072-00; XV – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Poções (BA) – São José dos Campos (SP), como seções na linha Salvador (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0093-00; XVI – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Poções (BA) – São José dos Campos (SP), como seções na linha Aracaju (SE) – São Paulo (SP), prefixo nº 21-0017-00; XVII – Implantação dos mercados Pindaí (BA) – Montes Claros (MG), Pindaí (BA) – Janaúba (MG), Pindaí (BA) – Espinosa (MG) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP), como seções na linha Bom Jesus da Lapa (BA) – São Paulo (SP), prefixo nº 05-0102-00; XVIII – Implantação dos mercados Ubaiataba (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Itabuna (BA) – São Paulo (SP), Itabuna (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Itabuna (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Eunápolis (BA) – São Paulo (SP), Eunápolis (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Eunápolis (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Teixeira de Freitas (BA) – São Paulo (SP), Teixeira de Freitas (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Teixeira de Freitas (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), São Mateus (ES) – São Paulo (SP), São Mateus (ES) – Rio de Janeiro (RJ), São Mateus (ES) – Campos dos Goytacazes (RJ), Linhares (ES) – São Paulo (SP), Linhares (ES) – Rio de Janeiro (RJ) e Linhares (ES) – Campos dos Goytacazes (RJ), como seções na linha Palmeira dos Índios (AL) – São Paulo (SP), prefixo nº 20-0019-00; XIX – Implantação dos mercados Feira de Santana (BA) – São José dos Campos (SP), Santo Estevão (BA) – São José dos Campos (SP), Jequié (BA) – São José dos Campos (SP), Poções (BA) – São Paulo (SP), Poções (BA) – São José dos Campos (SP) e Vitória da Conquista (BA) – São José dos Campos (SP) como seções na linha Itabaiana (SE) – Santos (SP), prefixo nº 21-0018-00; XX – Implantação dos mercados Poções (BA) – São Paulo (SP) e Poções (BA) – São José dos Campos (SP), como seções na linha Aracaju (SE) – Santos (SP), prefixo nº 21-0019-00; XXI – Implantação dos mercados Feira de Santana (BA) – São José dos Campos (SP), Santo Estevão (BA) – São José dos Campos (SP), Jequié (BA) – São José dos Campos (SP), Poções (BA) – São Paulo (SP), Poções (BA) – São José dos Campos (SP) e Vitória da Conquista (BA) – São José dos Campos (SP) como seções na linha Itabaiana (SE) – São Paulo (SP), prefixo nº 21-0020-00; XXII – Implantação dos mercados Recife (PE) – São Paulo (SP), Maceió (AL) – São Paulo (SP), São Miguel dos Campos (AL) – São Paulo (SP), Aracaju (SE) – São Paulo (SP), Estância (SE) – São Paulo (SP), Esplanada (BA) – São Paulo (SP), Feira de Santana (BA) – São Paulo (SP), Cruz das Almas (BA) – São Paulo (SP), Cruz das Almas (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Santo Antonio de Jesus (BA) – São Paulo (SP), Santo Antonio de Jesus (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Gandú (BA) – São Paulo (SP), Gandú (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Ubaitaba (BA) – São Paulo (SP), Ubaitaba (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Ubaitaba (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Itabuna (BA) – São Paulo (SP), Itabuna (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Itabuna (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Eunápolis (BA) – São Paulo (SP), Eunápolis (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Eunápolis (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Teixeira de Freitas (BA) – São Paulo (SP), Teixeira de Freitas (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Teixeira de Freitas (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), São Mateus (ES) – São Paulo (SP), São Mateus (ES) – Rio de Janeiro (RJ), São Mateus (ES) – Campos dos Goytacazes (RJ), Linhares (ES) – São Paulo (SP), Linhares (ES) – Rio de Janeiro (RJ), Linhares (ES) – Campos dos Goytacazes (RJ), como seções na linha Recife (PE) – Curitiba (PR), prefixo nº 04-0021-00; XXIII – Implantação dos mercados Feira de Santana (BA) – Campo Mourão (PR), Jequié (BA) – Campo Mourão (PR), Vitória da Conquista (BA) – Campo Mourão (PR), Itaobim (MG) – Campo Mourão (PR), Teófilo Otoni (MG) – Campo Mourão (PR), Governador Valadares (MG) – Campo Mourão (PR), Ipatinga (MG) – Campo Mourão (PR), João Monlevade (MG) – Campo Mourão (PR), Belo Horizonte (MG) – Campo Mourão (PR), Bom Despacho (MG) – Campo Mourão (PR), Araxá (MG) – Campo Mourão (PR), e Uberaba (MG) – Campo Mourão (PR), como seções na linha Salvador (BA)- Foz do Iguaçu (PR), prefixo nº 05-0068-00; XXIV – Implantação dos mercados Recife (PE) – São Paulo (SP), Maceió (AL) – São Paulo (SP), São Miguel dos Campos (AL) – São Paulo (SP), Aracaju (SE) – São Paulo (SP), Estância (SE) – São Paulo (SP), Esplanada (BA) – São Paulo (SP), Feira de Santana (BA) – Curitiba (PR), Feira de Santana (BA) – São Paulo (SP), Cruz das Almas (BA) – São Paulo (SP), Cruz das Almas (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Santo Antonio de Jesus (BA) – São Paulo (SP), Santo Antonio de Jesus (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Gandú (BA) – São Paulo (SP), Gandú (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Ubaitaba (BA) – São Paulo (SP), Ubaitaba (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Ubaitaba (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Itabuna (BA) – São Paulo (SP), Itabuna (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Itabuna (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Eunápolis (BA) – São Paulo (SP), Eunápolis (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Eunápolis (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), Teixeira de Freitas (BA) – São Paulo (SP), Teixeira de Freitas (BA) – Rio de Janeiro (RJ), Teixeira de Freitas (BA) – Campos dos Goytacazes (RJ), São Mateus (ES) – São Paulo (SP), São Mateus (ES) – Rio de Janeiro (RJ), São Mateus (ES) – Campos dos Goytacazes (RJ), Linhares (ES) – São Paulo (SP), Linhares (ES) – Rio de Janeiro (RJ), Linhares (ES) – Campos dos Goytacazes (RJ), como seções na linha Recife (PE) – Foz do Iguaçu (PR), prefixo nº 04-0022-00; XXV – Implantação dos mercados Salvador (BA) – Ipatinga (MG), Salvador (BA) – Coronel Fabriciano (MG), Salvador (BA) – Belo Horizonte (MG), Feira de Santana (BA) – Belo Horizonte (MG), Feira de Santana (BA) – Bom Despacho (MG), Feira de Santana (BA) – Luz (MG), Feira de Santana (BA) – Araxá (MG), Feira de Santana (BA) – São José do Rio Preto (SP), Milagres (BA) – Bom Despacho (MG), Milagres (BA) – Luz (MG), Milagres (BA) – Araxá (MG), Milagres (BA) – Uberaba (MG), Milagres (BA) – São José do Rio Preto (SP), Jequié (BA) – Belo Horizonte (MG), Jequié (BA) – Bom Despacho (MG), Vitória da Conquista (BA) – Ipatinga (MG), Vitória da Conquista (BA) – Coronel Fabriciano (MG), Vitória da Conquista (BA) – João Monlevade (MG), Vitória da Conquista (BA) – Belo Horizonte (MG), Vitória da Conquista (BA) – Bom Despacho (MG), Vitória da Conquista (BA) – Luz (MG), Vitória da Conquista (BA) – Araxá (MG), Vitória da Conquista (BA) – São José do Rio Preto (SP), Itaobim (MG) – São José do Rio Preto (SP), Teófilo Otoni (MG) – São José do Rio Preto (SP), Governador Valadares (MG) – São José do Rio Preto (SP), Ipatinga (MG) – São José do Rio Preto (SP), João Monlevade (MG) – São José do Rio Preto (SP), Belo Horizonte (MG) – São José do Rio Preto (SP), Belo Horizonte (MG) – Maringá (PR), Belo Horizonte (MG) – Cascavel (PR), Belo Horizonte (MG) – Foz do Iguaçu (PR), Bom Despacho (MG) – São José do Rio Preto (SP), Luz (MG) – São José do Rio Preto (SP), Araxá (MG) – São José do Rio Preto (SP), Uberaba (MG) – São José do Rio Preto (SP), Uberaba (MG) – Maringá (PR) e Uberaba (MG) – Foz do Iguaçu (PR), como seções na linha Salvador (BA) – Asuncion (PY), prefixo nº 05-0060- 00; XXVI – Implantação dos mercados Belo Horizonte (MG) – Olímpia (SP), Bom Despacho (MG) – Olímpia (SP), Luz (MG) – Olímpia (SP), Araxá (MG) – Olímpia (SP), Uberaba (MG) – Olímpia (SP) e Uberaba (MG) – Barretos (SP), como seções na linha Belo Horizonte (MG) – Campo Grande (MS), prefixo nº 06-0134-00; XXVII – Implantação dos mercados Belo Horizonte (MG) – Olímpia (SP), Luz (MG) – Olímpia (SP), Araxá (MG) – Olímpia (SP) e Uberaba (MG) – Olímpia (SP), como seções na linha Belo Horizonte (MG) – São José do Rio Preto (SP), prefixo nº 06-0142-00; XXVIII – Implantação dos mercados Belo Horizonte (MG) – Olímpia (SP), Bom Despacho (MG) – São José do Rio Preto (SP), Bom Despacho (MG) – Olímpia (SP), Bom Despacho (MG) – Barretos (SP), Luz (MG) – São José do Rio Preto (SP), Luz (MG) – Olímpia (SP), Luz (MG) – Barretos (SP), Araxá (MG) – Olímpia (SP), Uberaba (MG) – Olímpia (SP) e Uberaba (MG) – Barretos (SP), Barretos (SP) – Campo Grande (MS) e São José do Rio Preto (SP) – Campo Grande (MS), como seções na linha Belo Horizonte (MG) – Campo Grande (MS), prefixo nº 06-0161-00; XXIX – Implantação dos mercados Recife (PE) – Teresópolis (RJ) e João Pessoa (PB) – Palmares (PE), como seções na linha Rio de Janeiro (RJ) – Natal (RN), prefixo nº 07-0029-00; XXX- Implantação dos mercados Picos (PI) – Belo Horizonte (MG), Capim Grosso (BA) – São Paulo (SP), Capim Grosso (BA) – Belo Horizonte (MG), Santo Estevão (BA) – São Paulo (SP), Poções (BA) – São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP) como seções na linha Fortaleza (CE) – São Paulo (SP), prefixo 03-0018- 00

Fonte  :  onibusparaibanos.com
Foto  :  Jc Barboza

Fretcar Transfere Para Aracaju dois Torino 2007.

A Fretcar desativou dois Torino 2007 com chassi Volkswagen 17-230 EOD no ano de 2016.


Esses ônibus ficaram parados na garagem da Redenção, junto de outros carros á venda. Entretanto, a Empresa Resolveu transferir os veículos para a Viação Modelo empresa  do mesmo grupo que atua no transporte de Sergipe, os ônibus de prefixos 19723 e 19728 foram enumerados de 9714 e 9715, e entrarão em operação logo em breve.


Fonte : MOB Ceará
Redação : Narcísio Santos
Fotos :  Nildo Barroso


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Transportes Guanabara completa 48 anos.

Por Josenilson Rodrigues – Busão de Natal


A primeira empresa de ônibus urbano do estado do Rio Grande do Norte, está completando 48 anos de operações.
Fundada em 22 de Julho de 1969 por um motorista português, a Transportes Guanabara fez seu próprio itinerário de sucesso. O Sr. Olinto Gomes junto com seus sócios, enfrentaram grandes desafios os quais buscaram conhecimento para supera-los.
Fazendo boas parcerias, em poucos anos a empresa vinha comprando outras empresas até que no final dos anos 90 se torna uma potência e referência para o transporte de passageiros no estado.
A Transportes Guanabara foi sinônimo de: qualidade, tradição, cultura e desenvolvimento para a Cidade do Natal. Com tantas viagens, idas e vindas, o comercio local ganhou desenvolvimento e progresso e com a presença da velha ponte de ferro os caminhos se encurtaram e suas operações se expandiram na velocidade em que a cidade crescia.
Parabéns a todos que fazem parte destes 48 anos de história.


Fonte  :  busaodenatal.com
Foto : Josenilson Rodrigues


Além de BRT, Salvador Terá BRS.

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Salvador anunciou que além do sistema de corredores de ônibus BRT, a cidade deve ter também faixas para tráfego exclusivo do transporte coletivo.
Trata-se do BRS – Bus Rapid Service.  Os espaços devem ser instalados no Subúrbio Ferroviário e na Orla.
As vias que devem receber as faixas exclusivas serão conectadas ao sistema de corredores de ônibus que será construído.
A primeira ligação deve ser de 1,8 quilômetro entre o Parque da Cidade e o Jardim dos Namorados.
Também devem ser contempladas as linhas Azul e Vermelha, ainda em construção.
A Linha Azul terá 12 quilômetros a partir da Orla ao Subúrbio, englobando as avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa.
A Linha Vermelha vai ter 13 quilômetros, da Base Naval de Aratu até a Avenida Orlando Gomes.
Nesta segunda-feira, o prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto e o ministro das Cidades, Bruno Araújo, assinaram o contrato de financiamento para segunda etapa do BRT, que vai da estação da Lapa ao bairro Cidade Jardim.
O custo será de R$ 412 milhões, dos quais R$ 300 milhões são da União; R$ 65,5 milhões do programa de contrapartida da Caixa Econômica Federal e outros R$ 65,5 milhões da prefeitura.
De acordo com o poder público, o trecho entre Lapa e Iguatemi quando o corredor estiver pronto o mesmo trajeto que hoje é feito em 1h40 minutos poderá ser percorrido para 16 minutos.
No total, o BRT deve receber da União em torno de R$ 800 milhões em recursos.
O sistema de transporte coletivo por ônibus de maior capacidade em Salvador terá inicialmente três trechos:
1º trecho: Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) até a estação de integração BRT/Metrô Iguatemi com extensão de 2,9 quilômetros. Previsão de R$ 408 milhões.
2º trecho: Da Estação da Lapa até o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) com extensão de 5,5 quilômetros. Previsão de R$ 412 milhões.
3º trecho: Será um BRS de 1,8 quilômetro entre Parque da Cidade à Pituba, nas imediações do Posto Namorados.


Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes
Fonte : diariodotransporte.com
Foto : Felipe Pessoa

quarta-feira, 26 de julho de 2017

75% das Empresas de Fortaleza Possuem Volkswagen na Frota.

As Empresas de Ônibus de Fortaleza ,procuraram nos últimos anos, trabalhar com mais de um fornecedor de chassis.


Diante das 12 empresas operantes do sistema urbano da capital Cearense, o MOB Ceará constatou que 75% delas possuem chassis Volkswagen na frota.O restante que não possui os produtos da montadora alemã na frota são 3 as empresas do grupo Guanabara , que possuem sua frota 100% padronizada com um único fornecedor, que pertence ao grupo.


Da frota de 1991 veículos ( sem contabilizar o serviço executivo da Top Bus ), a Volkswagen possui 273 veículos operantes ( 13,7% ), ficando na vice-liderança no ranking  das marcas de chassis mais vendidos até então. O índice de 13,7% de participação no sistema urbano pode aumentar no decorrer dos anos, pois uma das empresas ( Siará Grande ) voltou a adquirir Volkswagen em sua renovação de frota.


Vale ressaltar que, medindo o percentual de participação nas 9 empresas que possuem Volksbus na frota, a marca detém 21,4% da frota, o que é um número otimista.

Fonte : MOB Ceará
Redação : Narcísio Santos
Fotos : Arianderso Melo / David Candéa / Wescley Costa


sexta-feira, 21 de julho de 2017

Grupo Brasil Sul Renovou com 25 ônibus Marcopolo Paradiso

ADAMO BAZANI

A fabricante de carrocerias de ônibus, Marcopolo, anunciou que conclui a entrega de 25 ônibus Marcopolo Paradiso para o Grupo Brasil Sul.
Os veículos são para as empresas Brasil Sul e Viação Garcia.
Segundo o diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo, Paulo Corso, os novos veículos serão distribuídos dá seguinte maneira
“São 16 ônibus do modelo Paradiso 1800 Double Decker (dois pisos), 8 Paradiso 1600 LD e uma unidade do Paradiso 1200, com 14 metros de comprimento. Os veículos são de última geração e agregam várias inovações tecnológicas para proporcionar viagens mais seguras e confortáveis para os passageiros”, explica o executivo.
Em nota, a Marcopolo diz que os ônibus de dois andares e os veículos LD terão chassis Mercedes-Benz e itens de conforto
Ideal para o transporte em viagens de médias e grandes distâncias, os Paradiso 1800 DD da Viação Garcia e Brasil Sul têm chassi Mercedes-Benz O500 RSD 6×2, apresentam baixo custo operacional e extrema robustez. Os veículos possuem poltronas semileito 1060 com descansa-pés/pernas no piso superior e leito-cama revestidas de couroflex e equipadas com monitor individual para cada passageiro, no piso inferior.
Contam ainda com monitores LCD de 15,6 polegadas, sistema audiovisual com rádio CD Player e DVD e plugs para fone de ouvido no porta-pacotes, parede de separação com porta deslizante, banheiro, sistema multiplex, itinerário eletrônico, cintos de segurança retráteis, porta-copos e porta-revista, sistema de ar-condicionado, tomadas de energia com entrada USB para produtos eletrônicos de 110 V em todas as poltronas, calefação e preparação para internet sem fio 4G (Wi-Fi).
O Paradiso 1600 LD é um ônibus versátil e diferenciado para o segmento rodoviário, que alia conforto e amplo espaço para bagagens. Com dois tipos de configuração, a Brasil Sul terá seis unidades equipadas com poltronas semileito 1060 super soft com descansa-pernas regulável e dois veículos com poltronas cama-leito
Equipado com chassi Mercedes-Benz O500 RSD 6×2, o Paradiso 1600 LD conta com sistemas de monitoramento, ar-condicionado e audiovisual, quatro monitores LCD, CD Player, DVD com entrada USB, vidros colados, banheiro, preparação para internet sem fio 4G (Wi-Fi), tomadas com entrada USB para carregamento de aparelhos eletrônicos em todas as poltronas e calefação integrada.
A Viação Garcia recebe ainda um Marcopolo Paradiso 1200 com 14 metros de comprimento. A maioria dos ônibus para esta aplicação têm 13,2 metros.
O maior comprimento possibilita mais espaço e conforto, com 44 poltronas semileito 1060 com descansa-pernas, revestidas de couroflex e neoprene, CD Player, DVD com entrada USB, quatro monitores 15,6 polegadas, preparação para internet sem fio 4G (Wi-Fi), sistema de monitoramento, ar-condicionado e calefação integrada – enfatiza a Marcopolo.
Ádamo Bazani, jornalista especializado em transportes.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Marcopolo Forneceu Paradiso 1800 DD para Camarões.

RENATO LOBO

A Marcopolo comercializou novos Paradisos 1800 Double Decker para Camarões, que devem prestar serviços na operadora Finexs Voyages.
Os novos ônibus de dois andares devem cumprir rotas interestadual e intermunicipal do país africano, na interligação de Douala e Yaoundé, em um trajeto de aproximadamente cinco horas de viagem.
Segundo Ricardo Portolan, gerente de exportação da Marcopolo, estes serão os primeiros ônibus de dois andares a circular em Camarões. “O objetivo da Finexs é elevar ainda mais a qualidade dos serviços com a utilização de veículos sofisticados. O foco será oferecer mais benefícios para os passageiros”, afirma.
Sobre o ônibus
A carroceria foi montada sobre chassi Volvo B430R 6X2. Possui 14 metros de comprimento, suspensão pneumática e espelhos retrovisores externos elétricos. O novo veículo pode transportar 68 passageiros em poltronas em Couro-Flex com neoprene e visco elástico, do tipo semileito, com plugs para fones de ouvido individuais, itinerário eletrônico e internet sem fio (wireless).
Os ônibus foram equipados também com tomadas de força com entrada USB para carregar aparelhos eletrônicos em todas as poltronas, rádio AM/FM com entrada CD e MP3, aparelho de DVD e seis monitores LCD.
Renato Lobo, técnico em Transportes Sobre Pneus e Trânsito Urbano
Foto : Douglas de Souza Melo 



sábado, 15 de julho de 2017

AL : Linha 058 tem itinerário modificado aos Domingos.



A partir do próximo domingo (16), a linha 058 (Fernão Velho/Centro) passará a funcionar como linha alimentadora em Fernão Velho. O percurso dominical da linha será entre o bairro de Fernão Velho, comunidade Goiabeira e Feirinha do Tabuleiro, desembarcando no Terminal Colina, sendo chamada Fernão Velho/Colina.
Além de diminuir o tempo de espera por este ônibus, já que o percurso diminuirá aos domingos, a mudança aumentará a frequência de viagens da linha de 18 para 24. Os passageiros poderão desembarcar no Terminal da Colina sem pagar a mais e ainda contando com quatro opções de ônibus com destino ao Centro de Maceió.
“Através de vários estudos técnicos a SMTT constatou a baixa demanda de passageiros para esta linha aos domingos, então nos reunimos com a comunidade local para discutir essa mudança”, explica o coordenador de Controle Integrado da SMTT, Silvio Sarmento.
O benefício também valerá para os usuários do transporte público que ainda pagam a passagem exclusivamente em dinheiro. Ao desembarcarem no Terminal do Colina, poderão pegar qualquer um dos ônibus sem pagar uma passagem adicional, mesmo não possuindo o Cartão Bem Legal.
Durante a semana e aos sábados, a linha 058 seguirá seu itinerário normal, indo até o Centro. Já as linhas do Terminal do Colina, a 057 (Rio Novo/Centro), 065 (Rosane Collor/Centro), 068 (Colina/Poço) e 072 (Gama Lins/Ponta Verde) seguem com o itinerário normal, mesmo aos domingos.
Fonte  :  Ascom SMTT
Foto : Sérgio José / onibusalagoas.blogspot.com